Quantcast
Supply Chain 4.0

Tendências: Sustentabilidade, omnicanalidade e automação na ‘agenda logística’

iStock

Com o mundo a readaptar-se a um cenário de abrandamento do impacto da Covid-19, as sociedades globais foram agora confrontadas com um novo desafio: a guerra na Ucrânia. A disrupção causada pelo conflito armado está a gerar novos constrangimentos, mas as tendências no setor da logística, de uma forma generalista, parecem manter-se.

Assim, o site Supply Chain Digital identifica dez pontos para os quais os gestores da cadeia de abastecimento devem prestar atenção, destacando-se no top 3 desta publicação a sustentabilidade, omnicanalidade e automação.

 

1 – Sustentabilidade: Para atingir emissões líquidas zero até 2050, as empresas estão a projetar práticas de sustentabilidade na estrutura das suas operações, com iniciativas que vão desde o design e fabricação de produtos, até logística, consumo e reciclagem.

2 – Omnicanalidade: Os padrões tradicionais de compra dos consumidores já estavam a mudar em 2019, com uma forte tendência de afastamento das compras físicas e uma convergência para o comércio eletrónico. A pandemia acelerou esta transição de forma muito incisiva e hoje é uma realidade indesmentível.

 

3 – Automação: Inteligência Artificial (IA), Machine Learning (ML) e automação de processos robóticos (RPA) já estão a ajudar a criar as cadeias de abastecimento do futuro. Seja uma IA ou ML a ajudar na gestão de contratos de fornecedores ou um RPA a fazer o trabalho pesado num armazém, a tecnologia de automação está a transformar muitas das tarefas repetitivas que faziam parte do dia a dia dos operadores.