Quantcast
Sustentabilidade

Last-mile: Dados mostram que lockers ajudam a cortar emissões (drasticamente)

Com o apogeu do e-commerce, acelerado pelos confinamentos no início da pandemia, a expedição de encomendas tornou-se um problema acrescido em termos de transporte de mercadorias. Os lockers podem ser a solução.

Com a granularidade das entregas a obrigar ao gizar de novas estratégias, marcas e operadores têm-se esforçado para encontrar novos modelos de entrega de última milha, sendo que os lockers parecem estar a ajudar… pelo menos em termos ambientais.

 

Segundo um relatório da Green Last Mile Europe 2022 um cacifo de encomendas poderia ajudar a reduzir as emissões de CO² em 13.845 kg por ano, oferecendo a forma mais rápida de reduzir o CO² das frotas de última milha.

Mas este não é o único ponto positivo, Estes lockers também ajudam a reduzir o congestionamento (trânsito) e a poluição sonora ao retirar as carrinhas de entrega das ruas, sendo que o cliente recebe ‘comodamente’ a sua encomenda sem necessidade de reagendar entregas, por exemplo.

 

Para se ter uma ideia, a InPost, empresa que usa esta ferramenta, informou que a sua rede de cacifos permitiu economizar quase 100 milhões de litros de combustível em toda a Europa em 2021.