Quantcast
Operadores Logísticos

DHL apela a colaboração e apresenta caminhos para a circularidade

Delivering on Circularity

A DHL, no seu novo white paper “Delivering on Circularity”, analisou a forma como as economias circulares podem ajudar a enfrentar os vários desafios ambientais, como a crise climática e a utilização da água.

“Em termos simples, a circularidade é sobre os 5R: Reduzir, Reparar, Revender, Remodelar e Reciclar. A transição para uma economia circular assenta na reformulação das cadeias de abastecimento”, considera a Chief Commercial Officer da DHL, Katja Busch. “Soluções logísticas inovadoras podem ajudar a impulsionar a circularidade; são um facilitador fundamental para facilitar tanto o fluxo físico como o fluxo de dados”, acrescenta.

 

De acordo com o white paper, o impacto mais significativo na promoção da circularidade pode vir das indústrias da moda e da eletrónica de consumo. O documento nota que cerca de 20% das peças de vestuário produzidas nunca são utilizadas e os smartphones são frequentemente trocados após apenas dois ou três anos. Ambos os setores juntos contribuem para mais de seis por cento das emissões globais de gases com efeito de estufa (GEE).

“A mudança para comportamentos de consumo circulares é um impulsionador fundamental de uma transição bem-sucedida para a circularidade. Os comportamentos de consumo aumentam o número de bens que voltam a fluir no ciclo e sinalizam a procura de produtos circulares por parte das marcas. E a tendência para uma procura mais sustentável está a crescer”, diz o vice-presidente sénior da DHL Customer Solutions & Innovation, Carsten Lützenkirchen.

 

Ao longo da cadeia de valor do produto, a DHL identificou três estimuladores principais e dez blocos de construção que permitem uma transição bem-sucedida de cadeias para circuitos de abastecimento. Estes vão desde materiais e design inovadores até à produção a pedido, devoluções inteligentes de produtos, embalagens reutilizáveis, novos conceitos de utilização, recolha e reciclagem de bens.