- Mob Magazine - https://www.mobmagazine.pt -

Centro logístico do Grupo Garland com ocupação de 50% em agosto

O centro logístico de Valadares, o armazém da Garland Logistics, em Vila Nova de Gaia, teve uma ocupação de 50%, um mês após a abertura, que ocorreu em agosto e, de acordo com o comunicado,”(…) foi dedicado ao enchimento inicial das instalações”.

Ricardo Sousa Costa, membro do conselho de administração do Grupo Garland [1] e CEO da Garland Logistics, referiu, citado em comunicado, que ”(…) no primeiro mês de atividade, já foram rececionadas cerca de 50.000 paletes, representando 50% da capacidade do centro”.

 

As operações solicitaram a contratação direta de 40 pessoas, uma percentagem de 40% da necessidade futura prevista, e 100 colaboradores fixos deverão ser admitidos, mas poderão aumentar para 200 os postos de trabalho indiretos.

Ricardo Sousa Costa explicou, segundo comunicado, que ”(…) a abertura do Centro Logístico de Valadares assenta numa lógica de consolidação de stocks para assegurar uma maior disponibilidade aos clientes e fornecedores, minimizando os movimentos e os lead time associados na cadeia de abastecimento nacional dos mesmos”.

 

O membro do conselho de administração do Grupo Garland e CEO da Garland Logistics afirmou, em comunicado, que “(…) para este ano, perspetiva-se um crescimento significativo do negócio, na ordem dos 40%, fruto da expansão da capacidade da armazenagem e da correspondente angariação de clientes”.

O Grupo [2] Garland tem aumentado o seu parque logístico para responder à expansão do e-commerce e ao aumento da procura por serviços logísticos de outsourcing.

 

A empresa do Grupo Garland passou de um parque com 91.500 m2 para um com 148.000 m2, este ano, distribuídos por centros logísticos em Cascais (7.000 m2), Aveiro (35.500 m2), Vila Nova de Gaia (85.500 m2) e Maia (14.000 m2).

Subscreva a nossa newsletter [3] e não perca os principais projetos em termos de mobilidade na cadeia de abastecimento.