Quantcast
Supply Chain 4.0

Após disrupção da supply chain causada pela guerra, MAN retoma produção de camiões

Optiview

A MAN confirmou ter retomado a produção de camiões que esteve parada durante seis semanas, desde meados de março. Segundo o explicado em nota enviada às redações, esta suspensão produtiva prendeu-se com o conflito armado na Ucrânia após a invasão russa.

De acordo com o avançado, as fábricas de camiões da MAN em Munique e Cracóvia já retomaram o funcionamento, sendo que as fábricas em Nuremberga e Salzgitter estão agora também a aumentar gradualmente as suas capacidades.

 

“O reinício da produção dos nossos camiões é um sinal muito bom para a nossa mão-de-obra e para os nossos clientes. No entanto, ainda não há razão para euforia. Iremos aproximar-nos dos nossos níveis habituais de produção apenas passo a passo. A produção continua a estar sujeita a grandes incertezas. Se a guerra se deslocar mais fortemente para a Ucrânia ocidental novamente, poderemos ser confrontados com um novo impasse. A flexibilidade está e continua a estar na ordem do dia, tal como a rigorosa disciplina de custos”, disse o CEO da MAN Alexander Vlaskamp.

De referir que os fornecedores de cabos na Ucrânia, que produzem cablagens para a MAN, são atualmente capazes de fabricar e entregar novamente, embora a um nível reduzido, sendo que a MAN está a duplicar a sua produção de cablagens em outros países.