Quantcast
Smart Cities

Bolt e MUBi juntam-se para mostrar ‘vislumbre’ das cidades do futuro

Durante os últimos anos o setor da mobilidade tem dado passos para o seu desenho de futuro. Muitos são os operadores de mobilidade suave a introduzir-se nos diversos mercados, com os consumidores a mostrarem apetite pelas novas opções de mobilidade.

Agora, a Bolt comunicou que está a acelerar a sua ‘transição’, juntando-se à MUBi, a Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta, para mostrarem, em conjunto, os novos desenhos das cidades do futuro.

 

Assim, “depois de lançar a sua primeira coleção oficial e limitada de merchandising, a Bolt anuncia agora que irá doar o valor das vendas em Portugal à MUBi para apoiar a sua missão de melhorar qualidade de vida e promover meios de transporte alternativos em Lisboa”, explica-se em comunicado.

Segundo Nuno Inácio, responsável da área de Ride-Hailing da Bolt em Portugal, “a missão da Bolt é ajudar a construir cidades para as pessoas, oferecendo-lhes formas mais sustentáveis de se mover e ajudando-as a tornarem-se menos dependentes de carros particulares. Um responsável pelo planeamento urbano disse uma vez que quando alguém sai de casa deve parecer que está a entrar numa sala de estar, mas, atualmente, 80% do espaço das nossas ruas é dedicado a carros. Foi por esse motivo que abraçámos esta missão juntamente com a MUBi, acreditando ser a escolha certa para conseguirmos continuar a nossa caminhada e alcançar as cidades do futuro: feitas não para carros, mas sim para pessoas”.

 

Já para Mário Alves, dirigente da MUBi, “estamos muito satisfeitos por poder contar com o apoio da Bolt nesta parceria, já que a nossa causa pode e deve ser abraçada por todos. As deslocações em automóveis têm de vir a ser gradualmente substituídas por alternativas como bicicletas no sentido de reduzir a ocupação do espaço público, a poluição, a sinistralidade rodoviária e o endividamento das famílias, e de aumentar a segurança rodoviária e prosperidade do comércio. É a esperança por um futuro mais sustentável para cidades e habitantes que nos une e acreditamos que este é o momento certo para a partilhar com todas as pessoas”.