Quantcast
Transportes

Transporte rodoviário: Cerca de 20% dos quilómetros na Europa foram feitos por camiões vazios

iStock

Com o setor da logística e transporte de mercadorias a passar por um verdadeiro período de revolução, os operadores logísticos, no seu todo, tentam otimizar custos e eficiências. A ideia é, face ao aumento generalizado dos custos da atividade, poupar onde é possível, estabelecendo uma rota de transição futura para frotas eletrificadas.

Porém, dados recentemente divulgados pelo Eurostat e trabalhados pela publicação Diário de Transporte, explicam, com recurso às estatísticas europeias, que um quinto (20%) das viagens feitas por rodovia no transporte de mercadorias aconteceram, em 2020, com camiões vazios.

 

“Para o transporte rodoviário total de mercadorias, o Chipre registou a maior proporção em termos dos Estados-Membros para os quais existem dados disponíveis (44% dos quilómetros por veículo em veículos vazios). Isso provavelmente reflete que a maioria das viagens transportam mercadorias importadas pelos portos ou referem-se ao tráfego de construção, que é em grande parte tráfego unidirecional”, explica-se.

 

“Conforme observado, as viagens vazias são mais prevalentes no transporte nacional, onde as distâncias percorridas são normalmente muito mais curtas. Em contraste, para o transporte internacional, todos os Estados-Membros relataram níveis substancialmente mais baixos de desempenho de veículos vazios, com apenas alguns Estados-Membros a registar quotas em 2020 de mais de 20%: Luxemburgo (24%), Áustria (23%) e Países Baixos ( 21%). Isso mostra a importância económica de poder adquirir cargas para viagens de ida e volta no transporte internacional”, explica ainda o gabinete de estatística da União Europeia.

“Em geral, dividido entre o transporte de mercadorias por rodovia nacional e internacional, 13% do total de quilômetros foram percorridos por veículos vazios nos trechos internacionais, enquanto o valor chega a 24% no transporte nacional”, sintetiza a publicação acima citada.

 

Neste âmbito, como podemos atestar no gráfico acima, Portugal mantém-se na média dos dados em termos de camiões vazios em termos nacionais, mas com um comportamento muito positivo em termos internacionais. No total, no ‘confronto’ entre as viagens internacionais e nacionais, porém, o país está ainda ligeiramente acima da média europeia.