Quantcast
Transporte de passageiros

Frotas de carros autónomos? Há duas firmas que querem pôr projeto nas estradas em 2023

A mobilidade está a movimentar-se a ritmo acelerado rumo ao seu futuro e há cada vez mais iniciativas (e pistas) que parecem apontar para uma mobilidade que poderá ver a condução autónoma sair das pistas de testes para as estradas.

Segundo o noticiado internacionalmente, a empresa de software Oxbotica e a organização de mobilidade Nevs, terão assinado um protocolo para o desenvolvimento de uma frota de carros autónomos que poderá começar a funcionar nas estradas no final de 2023.

 

A intenção é que uma frota inicial seja posta em funcionamento em vias públicas georreferenciadas durante o próximo ano, seguindo-se vários projetos na Europa em 2024. A partir de 2025, a solução será dimensionada em todo o mundo, como parte do ecossistema de mobilidade da Nevs, que compreende o veículo Sango, um sistema de gestão de frota e uma aplicação como interface de usuário.

O veículo Sango, que será utilizado neste projeto, foi desenhado especificamente para condução autónoma e otimizado para o transporte compartilhado de passageiros nas cidades. O veículo é totalmente elétrico e totalmente autónomo, apresentando um interior adaptável e flexível.

 

“A combinação do Oxbotica Driver e este impressionante veículo elétrico de última geração é uma combinação perfeita. Isso permite-nos criar um serviço de mobilidade urbana que tornará as estradas mais seguras, limpas e menos congestionadas e fornecerá aos clientes uma nova maneira de viajar”, ​​disse Gavin Jackson, CEO da Oxbotica.