Quantcast
Supply Chain 4.0

Investimento em imobiliário comercial atinge os 380 milhões de euros

Investimento em imobiliário comercial atinge os 380 milhões de euros

O investimento em imobiliário comercial aumentou quase o dobro no primeiro trimestre de 2022, face ao período homólogo, atingindo os 380 milhões de euros.

De acordo com os dados divulgados pela CBRE, o segmento da logística figura entre as classes de ativos que atraíram o maior volume de investimento. “No caso de logística, o investimento em ativos começa a tornar-se mais expressivo, com seis transações concluídas no trimestre”, informa, em comunicado.

 

Face à forte procura, as prime yields diminuíram 25 pontos base em relação ao trimestre anterior, tanto em Lisboa como no Porto.

“Antecipamos um efeito de compressão, nomeadamente em logística, determinadas zonas de escritórios e retalho alimentar, suportada num expectável crescimento de renda decorrente de uma procura, em alguns casos, ainda superior à oferta disponível, que deverá ser monitorizado com atenção, pois existem vários fatores de risco relevantes no horizonte”, alerta o diretor de capital markets da CBRE Portugal, Nuno Nunes.

 

Já a diretora de Research da CBRE Portugal, Cristina Arouca, refere que: “Apesar da subida das taxas de juro, existe atualmente uma elevada liquidez para investir no setor imobiliário. Não obstante, podemos ver o adiamento de algumas operações de forward funding e forward purchase devido à incerteza relacionada com o aumento dos custos de construção”.

A CBRE antecipa um forte volume de investimento ao longo do ano e prevê que o volume de negócios ultrapasse a referência dos três mil milhões de euros que se verificava antes da pandemia, podendo mesmo ser alcançado um novo recorde em 2022.