Quantcast
Supply Chain 4.0

Desaceleração económica? Eis o que nos diz a procura por caixas e paletes

Com o Mundo no seu todo a readaptar-se às novas condicionantes pós-covid, nomeadamente o conflito armado e a política contra o novo coronavírus na China, a cadeia de abastecimento está a ser penalizada.

Depois de picos de procura por caixas de cartão, tipicamente usadas para embalar encomendas para entrega em casa, porém, agora o setor dá mostras de um abrandamento na procura o que, na leitura dos especialista, denota já um abrandamento económico que pode ser derivado das elevadas taxas de inflação.

 

Segundo o explicado pelo site Mundo Marítimo, que colige dados divulgados pela Bloomberg, durante a pandemia, a procura por caixas de cartão foi tão forte que o tempo entre o pedido e a entrega atingiu o pico de 22 dias. Agora, com a carteira de pedidos a diminuir, o prazo de entrega caiu três dias no mês passado para 14 (face aos 17 do mês anterior), e os inquiridos acreditam que pode cair abaixo de 10 dias em julho.

Em termos de procura de paletes, outro indicador tido em conta, os preços das novas paletes de madeira, base da chamada carga unitária, subiram 59% nos EUA desde o início de 2020 e continuam a aumentar, um indicador que pode ser tido como positivo, mas que pode estar relacionado com os constrangimentos e atrasos do passado na cadeia de abastecimento.

 

Para se ter uma ideia, por fim, lembrar que o volume de mercadorias transportadas em ferrovia, nos Estados Unidos, nas primeiras 20 semanas de 2022, totalizou 13,5 milhões de carruagens e unidades intermodais, uma queda de 3,8% em relação ao ano anterior.