Quantcast
Sustentabilidade

Conferência Ibérica discutiu mobilidade sustentável e descarbonização

A CIP, a Fundação Repsol, a CHP e a CCILE promoveram, na terça-feira, dia 5 de julho, em Lisboa, a Conferência Ibérica que reuniu responsáveis de Portugal e Espanha para abordar a mobilidade sustentável, os desafios e as oportunidades da descarbonização.

António Saraiva, presidente da CIP destacou que a redução dos transportes ou de determinadas restrições não serão a resposta e que” (…) não existe alternativa à redução drástica das emissões nos transportes.”

 

O Secretário de Estado da Mobilidade Urbana, Jorge Delgado defendeu o salto disruptivo na forma de deslocamento e no transporte de pessoas e bens e que “(…) o futuro da Mobilidade será amigo do ambiente, partilhado, conectado e autónomo”.

Carlos Moedas, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, considerou que o desafio está na “(…) transição energética (com a descarbonização no centro)”.

 

O Presidente da Repsol, Antonio Brufau garantiu que a empresa “(…) está preparada para a meta de zero emissões em 2050.”

Tiago Vidal, Sócio e Diretor Geral da LLYC Portugal moderou o painel Inovação e digitalização como base para uma mobilidade sustentável e inteligente, a primeira mesa de debate da Conferência Ibérica.

 

Os desafios e oportunidades do setor automóvel na descarbonização dos transportes na Península Ibérica foi a segunda mesa de debate, moderada por Mar García Ramos, Automotive and Mobility Partner da Grant Thornton Espanha.

O término do evento deu-se com as intervenções do presidente da Assembleia Geral de Sócios da CCILE, Francisco Dezcallar e de António Calçada de Sá, Presidente da CHP e Diretor Geral da Fundação Repsol.