Quantcast
Transportes de passageiros

Mais de dois terços dos condutores ainda carrega automóvel em casa

Mais de dois terços dos condutores ainda carrega automóvel em casa

A maioria dos proprietários de automóveis (87,3%) voltaria a comprar um veículo elétrico ou híbrido. Os dados são do estudo sobre “Utilizadores de Carros Elétricos e Híbridos” do StandVirtual, em parceria com a Marktest.

Mais de metade dos inquiridos (65%) carregam o seu automóvel híbrido ou elétrico em casa, 15% efetuam o carregamento no local de trabalho, 11% num posto de carregamento público e 9% num parque de carregamento semipúblico.

 

Mais de 60% dos inquiridos (66,7%) optam pelo carregamento normal nos postos de carregamento público enquanto 33,3% escolhem o carregamento rápido.

O estudo revelou que 79% dos automóveis híbridos ou elétricos são comprados novos e 21% em segunda mão e, entre os condutores que detêm um veículo eletrificado, 47% têm um carro híbrido plug-in a gasolina e 43% um carro 100% elétrico. De seguida, com uma percentagem de 13%, encontram-se os híbridos plug-in a diesel e, com uma percentagem de 8%, os híbridos HEV.

 

O tempo de espera de um carregamento (55%), encontrar carregadores públicos disponíveis (48%), ansiedade com autonomia da bateria (42%), falta de informação sobre as tarifas aplicadas (32%), postos que não funcionam (27%) assim como escassez de oficinas especializadas em carros elétricos (22%) são as dificuldades referidas pelos proprietários.

As razões por detrás da aquisição de um veículo eletrificado são o preço dos combustíveis (32%), os incentivos fiscais (23%) bem como a diminuição da poluição atmosférica (20%).

Subscreva a nossa newsletter e não perca os principais projetos em termos de mobilidade na cadeia de abastecimento.