Quantcast
Transporte de mercadorias

Procura de combustível marítimo exigirá maior produção de renováveis

A descarbonização continua na ordem do dia e no setor marítimo existem neste momento objetivos ambiciosos a atingir até 2050. Porém, um estudo recente, lembra que apesar de este processo representar uma oportunidade, exigirá também muita ‘coordenação’.

De acordo com um estudo “Encorajando a Quarta Revolução da Propulsão”, desenvolvido por Stefan Ulreich, da Universidade de Ciências Aplicadas de Biberach, a procura futura por combustíveis verdes equivale ao que o Mundo produz hoje em termos de energia renovável.

 

“Para atingir a meta zero (líquida) da indústria até 2050, as necessidades de combustível de transporte exigiriam um aumento de até 3.000 TWh de eletricidade de fontes renováveis, mostrou o relatório”, explica o site Mundo Marítimo, que teve acesso ao relatório.

De acordo com o mesmo documento, percebeu-se também que para atingir o cenário de emissões líquidas zero até 2050, o mundo precisaria de um aumento de 18 vezes na capacidade de produção de energia renovável existente.

 

“Fala-se muito sobre a transição energética global para combustíveis de emissão zero fora do transporte marítimo. Mas o que descobrimos neste relatório é que há uma grande oportunidade para todos”, afirmou Stuart Neil, Diretor de Estratégia e Comunicações da International Chamber of Shipping.