Quantcast
Sustentabilidade

Baterias do eCitaro ganham nova vida em unidades de armazenamento de energia

A Daimler Buses aliou-se ao modelo de projeto GUW+ para dar uma nova vida às baterias dos Mercedes-Benz eCitaro. As baterias estão a ser utilizadas numa unidade de energia estacionária, operada pela ÜSTRA Hannoversche Verkehrsbetriebe AG. A solução está a ser desenvolvida e implementada pela Mercedes-Benz Energy.

“O custo da compra de autocarros elétricos é um grande desafio. Assim, a reutilização das baterias como unidade estacionária nas instalações da empresa pode ainda menorizar os custos e pode muito bem acelerar a eletrificação dos transportes públicos locais”, considera o Head of Infrastructure da ÜSTRA, Holger Elix.

 

A vida útil das baterias NMC utilizadas nos autocarros eCitaro é de entre cinco ou seis anos, altura em que a capacidade diminui para cerca de 80%. Depois disso, o necessário para autocarros urbanos já não está garantido. No entanto, estas baterias podem ainda ser utilizadas em operações estacionárias durante vários anos.

Desde o quarto trimestre de 2021 que a nova unidade de energia estacionária está a ajudar a abastecer os elétricos e autocarros elétricos operados pela ÜSTRA. “As unidades de armazenamento de energia servem de tampão para permitir a utilização eficiente de qualquer energia recuperada nas operações dos elétricos e, ao fazê-lo, permitirão a compensação dos picos de carga, bem como o funcionamento contínuo em caso de corte de energia e do fornecimento de energia elétrica para a infraestrutura de carregamento público”, explica a Daimler Buses.