Quantcast
Sustentabilidade

Portugal ligeiramente mais bem preparado para veículos elétricos face ao ano passado

Portugal posicionou-se em 11º lugar no LeasePlan EV Readiness Index 2022, índice que analisa o nível de preparação de 22 países europeus para a revolução dos veículos elétricos. Face aos resultados do ano passado, o país desceu uma posição na tabela, mas melhorou em um ponto a sua pontuação.

A Noruega, os Países Baixos e o Reino Unido mantêm-se nos três primeiros lugares, apesar de uma ligeira queda da pontuação da segunda e uma subida de dois pontos do terceiro país. A empresa de Car-as-a-Service LeasePlan informa, em comunicado, que a Grécia teve o maior aumento de pontuação em relação a 2021.

 

A nível geral, o relatório considera que a falta de infraestruturas de carregamento continua a ser um importante bloqueio que impede a adoção veículos elétricos em todo o continente, apesar do aumento do interesse dos condutores europeus em veículos elétricos.

No caso específico de Portugal, o país obteve 15 no score do fator TCO (total cost ownership), maioritariamente devido aos subsídios à compra e incentivos fiscais existentes no país. Já o score relativo às infraestruturas de carregamento reduziu em um ponto, “revelando que a infraestrutura de carregamento continua a pontuar relativamente baixo em Portugal, em linha com a tendência europeia”.

 

“A total falta de ação dos governos na infraestrutura de veículos elétricos está a criar uma escassez de carregamento na Europa”, declara o CEO da LeasePlan, Tex Gunning.

“À medida que aumenta a oferta de novos modelos de veículos elétricos e os preços caem, mais pessoas optam por VE’s e, se as infraestruturas de carregamento não acompanharem este crescimento, encontrar estações de carregamento disponíveis vai tornar-se cada vez mais difícil”.